Cientista Chefe de Saúde

 

 

Pesquisador responsável – José Xavier Neto

Médico pela Universidade Federal do Ceará com doutorado em Ciências (Fisiologia Humana) pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado na Universidade de Harvard. Foi médico pesquisador do InCor (Instituto do Coração) e da Universidade de São Paulo, além de coordenador da Unidade de Transgênicos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Foi pesquisador Nível 6 do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio/CNPEM), onde criou e coordenou o Laboratório de Modificação do Genoma (LMG). Liderou uma equipe multidisciplinar internacional que descreveu o primeiro coração fossilizado e criou um modelo experimental para a neuropatologia do desenvolvimento induzida pelo vírus Zika. É professor visitante do Departamento de Morfologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Currículo Lattes: http://http://lattes.cnpq.br/0922269555899443

 

Órgão beneficiado: Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa)

 

 

 

Metaprojeto

 

 

O projeto tem entre seus focos o fortalecimento da gestão de saúde no Ceará (principalmente através do investimento na formação de profissionais) e a elaboração de uma estratégia conjunta para melhorar a coordenação entre os agentes responsáveis pelas tomadas de decisões nas organizações sociais prestadoras de serviço.

Outra vertente importante da proposta é contribuir para o fortalecimento da atenção primária através do monitoramento de parâmetros como investimentos, capacitação de gestores e profissionais para possibilitar que eles inovem em suas atuações, desenvolvimento de Health Pathways (soluções criadas em conjunto por hospitais e atenção primária) e sistema agressivo de gestão da demanda (pacientes com necessidades agudas recebem cuidado domiciliar por meio da atenção primária com apoio de enfermagem rápida, leitos de observação na comunidade, conselho de especialistas hospitalares e testes de diagnósticos rápidos).

 

Criação do CMAI – centro especializado em aquisição e análise de imagens biológicas (Subprojeto 1)

A proposta trata das seguintes aplicações:

– segmentação de imagens de interesse em tratamento oncológico (identificação e quantificação de volumes tumorais);

 

– apoio para análises de imagens médicas produzidas em ensaios clínicos;

 

– produção de laudos médicos especializados e inovadores nas áreas de Pneumologia, Gastroenterologia, Cardiologia, Neurologia, Ortopedia/Traumatologia e Obstetrícia;

 

– aplicação do imageamento no diagnóstico e no tratamento de doenças neuromusculares;

 

– avaliação quantitativa e qualitativa de imagens pulmonares no diagnóstico de doenças respiratórias, em especial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;

 

– produção e interpretação de imagens de interesse antropológico e odontológico forense.

 

Desenvolvimento do HASmart (Subprojeto 2)

Trata do desenvolvimento do HASmart, sistema baseado em técnicas de Inteligência Artificial, Ciência de Dados e Healthcare Analytics para controle do risco cardiovascular da população cearense que está associado é Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS). O sistema contempla os seguintes módulos:

– coleta de dados da população (pressão arterial, frequência cardíaca, peso, altura e data de nascimento, dentre outros) gerados a partir de varias fontes (farmácias, postos de saúde, hospitais, e aplicativos);

 

– controle das prescrições visando o uso racional dos medicamentos;

 

– conjunto de aplicativos para dispositivos móveis (apps) para uso dos cidadãos em geral;

 

– análise de dados e Inteligência Artificial para prever o risco cardiovascular da população.