Secretarias e Órgãos

Acesso Rápido

Do que você precisa?
Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial
Em seminário do BPI, pesquisadores destacam importância da Funcap para interiorização da pesquisa no Ceará PDF Imprimir E-mail
Sex, 25 de Maio de 2018 15:37

Em um cenário nacional com cortes de verbas e a descontinuidade de vários programas de incentivo à ciência do Governo Federal, políticas que o Ceará tem implementado para reduzir a assimetria na produção entre Fortaleza e demais regiões do Estado tem sido fundamental para a democratização da ciência. Este foi o tom do discurso da secretária de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Nágyla Drumond, na abertura do  Seminário de Avaliação do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa e Estímulo à Interiorização e à Inovação Tecnológica (BPI), realizado hoje. 

“É importante e descentralizar a produção de conhecimento e fazer com que programas dessa natureza possam estar cada vez mais consolidados”, afirmou a titular da Secitece, órgão ao qual a Funcap é vinculada. Ela também destacou a abrangência do BPI, que tem apoiado projetos de instituições de todo o Ceará. 
 

Para o reitor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), professor Jackson Sampaio, a parceria com a Funcap tem sido fundamental para a instituição que, com sua capilaridade no Estado, pode ajudar na qualificação dos seus projetos. “O Pronatec [ Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego] está presente em 45 municípios. Além disso, a Uece oferece 55% das vagas de Ensino à Distância (EAD) no Ceará e tem 12 campi espalhados em 9 municípios. Por isso, a universidade conhece as condições de trabalho no interior”, afirmou.

A professora Albanise Barbosa, pró-reitora de pesquisa e pós-graduação da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), ressaltou outro benefício do BPI, que é a formação de novos pesquisadores. “A Unilab tem oito professores apoiados pelo BPI que, por sua vez, estão formando 26 bolsistas de iniciação científica”, lembrou. Na sua avaliação,  a formação de jovens para atividades na ciência e para o mercado de trabalho é uma das funcões mais importantes dos projetos apoiados pela Funcap.

Por fim, o professor Antônio Gomes pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Ceará, destacou o avanço da produção científica no Ceará e o papel da Funcap, que está indo na contramão do que acontece no nível federal e teve o orçamento aumentado, o que deve contribuir ainda mais para reduzir a assimetria na produção científica ainda existente entre o interior e Fortaleza.

Financiado a partir dos recursos do Fundo de Inovação Tecnológica (FIT), o BPI, tem por objetivo promover a atração e a fixação de pesquisadores doutores que apresentam boa produtividade científica em desenvolvimento tecnológico e inovação, para atuação em Instituições de Ensino Superior e/ou Pesquisa localizadas em municípios do interior do Estado do Ceará. O seminário realizado hoje avaliou resultados relativos a 64 projetos, que representam um investimento de aproximadamente R$ 5,4 milhões com recursos da Funcap.

Última atualização em Sex, 25 de Maio de 2018 19:01
 

Calendário

Junho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30