Secretarias e Órgãos

Acesso Rápido

Do que você precisa?
Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial
Empresa desenvolve sistema de acompanhamento online da qualidade do leite para a indústria de laticínios PDF Imprimir E-mail
Seg, 18 de Setembro de 2017 11:23

A preocupação com costumes saudáveis, que vem aumentando a cada dia, está alterando hábitos alimentares de muitos brasileiros que procuram garantir uma vida melhor. Mas além desta preocupação com o tipo de alimento consumido, existe a questão da qualidade. O leite, por exemplo, é uma opção que pode contribuir para a saúde de ossos e dentes, graças ao alto teor de cálcio, e é uma boa fonte disponível para incluir este nutriente. Por isso, pode se tornar um aliado de quem pratica exercícios e ser especialmente útil na infância e na adolescência. Mas será que as empresas produtoras de leite e derivados conseguem levar até o consumidor produtos de alta qualidade?

Pensando nesse aspecto como uma oportunidade de mercado, a RAV Tecnologia, empresa cearense de inovação especializada em soluções para dispositivos e plataformas móveis, desenvolveu, com o apoio do Governo do Estado, através da Funcap, o projeto “Qualilácteos - Rede de monitoramento para controle da qualidade do leite”. A iniciativa, que obteve recursos pelo edital Pappe, tem como principal objetivo monitorar, em tempo real, a qualidade do leite.

De acordo com Victor Martins, coordenador do projeto, o sistema, batizado de Qualilácteos, funciona através de uma sonda imersa no leite. Ela realiza medições que são lidas e processadas em um módulo remoto e enviadas via rádio para uma central no escritório da empresa de laticínio. 

“Os dados são carregados, salvos via armazenamento na nuvem e ficam disponíveis para monitoramento em tempo real, com a inclusão de alertas que podem ser visualizados ou encaminhados para o celular, para que medidas corretivas sejam tomadas. O processo ajuda na tomada de decisões”, afirma o pesquisador. O Qualilácteos consegue verificar, periodicamente, a acidez e a temperatura do leite. Segundo Victor, o módulo de monitoramento, o software, a plataforma e boa parte do hardware foram desenvolvidos pela RAV. 

Durante todo o projeto foram realizados testes com uma empresa parceira, a Lá de Casa Latícinios. De acordo com a RAV, a produtora conta com uma linha de produção com estrutura favorável para as avaliações e que contempla todo o ciclo de processamento do leite. Graças à parceria, foi possível inserir procedimentos de higiene e calibração. 

Victor informa que a RAV não pretende vender o produto, devido aos constantes avanços previstos e ao seu valor agregado. A empresa irá alugar os equipamentos e prestar serviço de suporte para manutenção da plataforma. “Isso garantirá que os sistemas estejam sempre atualizados, rodando a última versão”, afirma. Ele ressalta que a diferença do Qualilácteos para outros equipamentos existentes no mercado é o sistema integrado, que gerencia as coletas de dados, armazena em nuvem, monta relatórios e gráficos e pode programar alertas para o celular. 

Outra vantagem, segundo Victor, é que o equipamento tem como proposta ser instalado nos tanques de resfriamento, estabelecendo comunicação sem fio com o módulo administrativo. “As opções oferecidas atualmente são de instrumentos fixos, de bancada, sem qualquer tipo de mobilidade ou integração com sistemas que possam produzir dados”, conclui.

 

Empresa desenvolve sistema de acompanhamento online da qualidade do leite para a indústria de laticínios


A preocupação com costumes saudáveis, que vem aumentando a cada dia, está alterando hábitos alimentares de muitos brasileiros que procuram garantir uma vida melhor. Mas além desta preocupação com o tipo de alimento consumido, existe a questão da qualidade. O leite, por exemplo, é uma opção que pode contribuir para a saúde de ossos e dentes, graças ao alto teor de cálcio, e é uma boa fonte disponível para incluir este nutriente. Por isso, pode se tornar um aliado de quem pratica exercícios e ser especialmente útil na infância e na adolescência. Mas será que as empresas produtoras de leite e derivados conseguem levar até o consumidor produtos de alta qualidade?


Pensando nesse aspecto como uma oportunidade de mercado, a RAV Tecnologia, empresa cearense de inovação especializada em soluções para dispositivos e plataformas móveis, desenvolveu, com o apoio do Governo do Estado, através da Funcap, o projeto “Qualilácteos - Rede de monitoramento para controle da qualidade do leite”. A iniciativa, que obteve recursos pelo edital Pappe, tem como principal objetivo monitorar, em tempo real, a qualidade do leite.


 

Calendário

Decembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6